Por que diabos para mim é tão difícil escrever um primeiro post? Pensei, pensei, decidi listar hipóteses:

– Medo de descobrir que não sirvo pra isso;

– Receio de ser julgada;

– Ficar caçando palavras, preocupada em não repetir as mais marcantes (“medo”, por exemplo), e acabar perdendo o foco no que eu realmente gostaria de dizer (e o que é que eu tava dizendo mesmo?)

– Outras prioridades hoje (grana, demissão, fotografia, alemão, hérnia de disco…)

– Dúvidas sobre o que deve e o que não deve entrar no meu 1º post / no blog: preciso me apresentar? quanto? solteira ou divorciada? preciso mesmo dizer isso? A idade não digo, nem fodendo! Vixe, será que pega mal escrever palavrão já no 1º post? E se o blog fosse em inglês? E se fôsse bilíngue?? Cai na real, Isa, faz 3 anos que você tá tentando escrever o primeiro post, o que te faz achar que conseguiria manter um blog em duas línguas??? ¬¬

Ok, ok, saí do foco! Me ajuda e volta aqui comigo…

Faz uns 3 anos que cogitei, pela primeira vez, fazer uma longa viagem. Desde então, foram cerca de 1000 dias de planos, conquistas, derrotas, devaneios, investimentos, descobertas e ponderações. Modéstia à parte, eu sou boa de planejamento, mas a real é que eu tinha a coragem de um pinto longe da galinha quando pensava em viajar sozinha lá no começo. Deu que, como tudo na vida, a ideia evoluiu e hoje estamos – eu e a Pipoca – prestes a cair no mundo, à procura de vivências “onde brilhem os olhos”. E esse cair no mundo, do meu ponto de vista, é apenas o começo de outros 1000 dias que demandarão novos planos e ponderações; trarão outras conquistas, derrotas, devaneios, investimentos e descobertas.

Uma das boas práticas de planejamento que eu costumo usar é a de escrever todas as ideias no papel (na tela, no nosso caso) pra facilitar a organização e a tomada de decisões. Daí que alguns amigos começaram a curtir e até usar minhas técnicas de planilhas, listas e métodos de sistematização. Vez ou outra ajudo alguém com dicas sobre planejamento de viagem, cuidados com cachorros ou finanças pessoais – temas com os quais eu tenho alguma afinidade e conhecimento… Foi meio que obrigatório perceber que a necessidade de planejar o futuro e a vontade de escrever sobre o passado cabiam num blog… E assim será!

Pelo menos pelos próximos 1000 dias, isso aqui deve ser nossa ferramenta de organização de ideias! O que ficar bom, a ponto de interessar a alguém ler, bacana! Se chegar ao ponto de ajudar a sanar dúvidas e solucionar outros perrengues além dos meus, maravilha! Se fizer brilhar olhos junto com os nossos, missão de vida cumprida! ❤